Histórico

Como surgiu o sindicato

Quando da comemoração dos 50 (cinqüenta) anos de nosso sindicato, o presidente José Lacerda levantou a partir de livros de atas em arquivo morto no sindicato, dados visando além de conhecer nossa história, torná-la conhecida. Na solenidade, prestou homenagem à esposa de um dos mais importantes presidentes da entidade Sr. Ovídio Nicolau de Vito, cujo salão de assembléias de nossa entidade leva seu nome. Conforme podem perceber pelas páginas a seguir, nossa trajetória foi de luta e bravura de nossos companheiros da época assim como hoje. As palavras que mais nos marcam certamente é a resistência e luta. Os livros se encontram na sede da entidade como arquivos da história não só de nossa categoria, mas principalmente das primeiras organizações operárias de nossa cidade.
 
 
 
 
 
 
 

Liga operária de uberaba começou na década de 20

Os desentendimentos na conduta da “Liga Operária de Uberaba” é a primeira referência do mais antigo documento (até o momento) que se tem notícia do movimento sindical em Uberaba, em sua fase trabalhista. Datado de junho de 1929, primeira reunião registrada em livro (número um) de atas da “Liga Operária”, indica divergência na maneira de levar adiante a entidade na cidade.


Primeiras lideranças

O primeiro grupo de referência com nomes como de Ivan Gomes Ferreira, Orlando Ferreira e Calisto Rosa, relata que não conseguiram a ata da entidade, uma vez que os atuais tesoureiros (portador do arquivo) Oristide Riccioppo e o presidente Francisco Cordeiro da Paixão se negaram a entregar os documentos da Liga. Segundo os denunciantes, os condutores da Liga até então “almejaram para a Associação outra orientação mais liberal”. Relata a história que o grupo sucessor acabou por lavrar nova ata.
(Na foto um dos líderes da velha guarda Sr. Feliciano Nunes de Almeida).




Encontros

As reuniões da “Liga Operária” ocorriam inicialmente na loja Maçônica “Estrela Uberabense” na Rua Segismundo Mendes. "As reuniões posteriormente foram para a sede da Associação dos Choferes e Condutores de Veículos”, para uma sala da Rua Padre Zeferino e depois á sede alugada na Segismundo Mendes, número 11. Na segunda metade da década de 30 a entidade se desestruturou, vindo a retomar os trabalhadores em 39. Entre os registros, figuram a reunião extraordinária com o professor Alexandre Barbosa, que iria ajudar na modificação do estatuto da Liga Operária e acabou incentivando os trabalhadores a entrarem na luta para que Uberaba fosse servida de água, luz e esgoto à época.

Documentos

De acordo com o livro de Matrícula da entidade, os associados eram formados por pedreiros, carpinteiros, jardineiros, lavradores, alfaiates, carroceiros e alguns poucos mecânicos e bancários. Uma das propostas citadas na década de 30 deixou de ser aprovada pela Liga Operária, porque seu autor não era um operário. “A partir desse racha, foi então aprovado pela liga proposta no sentido fazer estatuto dos trabalhadores da construção civil, seguindo reuniões da liga até a formação do sindicato. Assim podemos resumir nossa trajetória:




Cronologia

  • 1934 (Liga operária) composta de diversas funções;
  • Racha interno - os trabalhadores da construção civil ganham em eleições hegemonia na composição da liga, (09/04/1934);
  • Maio de 1934, a liga se transforma em sindicato da construção civil de Uberaba;
  • Junho de 1934 é votado à constituição legal do sindicato em assembléia;
  • Outubro de 1943 é reconhecido pelo MINISTÉRIO DO TRABALHO, através de carta sindical;
  • 1945 MINISTÉRIO DO TRABALHO Homologa extensão de base para municípios vizinhos.


Vista da fachada frontal da atual sede da entidade



Cópia da ata estatutária 1934/pg-1



Cópia da ata estatutária 1934/pg-2



Ata da primeira reunião como sindicato, em 09 maio de 1934 - folha-1



Ata da primeira reunião como sindicato, em 09 maio de 1934 - folha-2


 
302 Found

Found

The document has moved here.


Apache Server at www.companhiadamidia.com.br Port 80